Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Geral

Embargos

Forças de segurança fecham o cerco contra as aglomerações e aplicam dois embargos e sete autos de infração

Em operação realizada no sábado, 8, fiscais flagraram diversos estabelecimentos descumprindo o decreto municipal

Foto: Divulgação
post
Na segunda-feira (10/5), entra em vigor a nova fase de flexibilização do comércio em Palmas, com a ampliação de 30% para 50% da capacidade de atendimento ao público

09 maio, 2021

Palmas (TO) -  A operação conjunta das forças de segurança voltou às ruas da Capital na noite de sábado (8/5), véspera do Dia das Mães, para fiscalizar o cumprimento do decreto municipal que proíbe aglomerações com o objetivo de evitar a disseminação da Covid-19. Durante a operação, fiscais de Obras e Posturas embargaram dois estabelecimentos comerciais, por reincidência, e aplicaram sete autos de infração e 13 notificações por descumprimento às medidas de prevenção sanitária. O trabalho conjunto teve início por volta das 20 horas, com saída do Batalhão da Polícia Militar (BPM), e seguiu em comboio percorrendo as principais avenidas e pontos estratégicos da cidade. Os primeiros locais visitados foram os pontos comerciais da região central, onde alguns estabelecimentos foram flagrados atendendo ao público e permitido o consumo de bebidas ou alimentos no local. Em seguida, as rondas de fiscalização foram executadas nas regiões Norte e Sul, sendo realizadas diversas visitas a bares, restaurantes e distribuidoras de bebidas, dentre outros. De acordo com a equipe de fiscalização, os dois estabelecimentos foram embargados por reincidência, promovendo aglomeração e desrespeitando as regras de funcionamento e as orientações de prevenção à Covid-19. Os autos de infração e as notificações foram registrados também por desobediência, ou seja, os estabelecimentos insistiram em operar sem cumprir os decretos municipais, como por exemplo a permissão do alvará de funcionamento noturno. Além da falta da documentação legal, os responsáveis pelos estabelecimentos também não se adequaram às novas medidas de flexibilização que autorizaram o funcionamento das atividades comerciais. A operação integrada é comandada pela Diretoria de Fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento e Serviços Regionais (Sedusr), em conjunto com a Vigilância Sanitária (Visa), e apoio dos agentes de Trânsito e Transporte, Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Polícia Militar (PM), Polícia Civil - Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria da Cidadania e Justiça, do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) e o Procon - TO.

Novas medidas

Na segunda-feira (10/5), entra em vigor a nova fase de flexibilização do comércio em Palmas, com a ampliação de 30% para 50% da capacidade de atendimento ao público. O atendimento e consumo no local nas lanchonetes ou afins poderão funcionar respeitando a capacidade máxima de 50%. Já os shoppings poderão funcionar aos sábados e domingo por meio de delivery e drive-trhu.

Fontes: Secretaria Municipal de Comunicação de Palmas / www.poptvnews.com.br