Sábado, 15 de
Junho de 2024
Estado

Tecnologia

Governo de Goiás lança programa para acelerar a transformação digital nos municípios

e-Goiás tem como principal objetivo usar tecnologias digitais para solucionar desafios das cidades goianas

Fotos: Secti / Governo de Goiás
post
Programa do Governo de Goiás, lançando nesta quarta-feira (15/05), visa apoiar, fomentar e acelerar a transformação digital nos municípios goianos

16 maio, 2024

O Governo de Goiás lançou, nesta quarta-feira (15/05), o programa e-Goiás que, neste primeiro eixo, visa apoiar, fomentar e acelerar a transformação digital nos municípios goianos. O programa tem como objetivo utilizar tecnologias digitais para resolver os principais problemas dos municípios e das pessoas que vivem no estado. O programa é uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás (Secti), em parceria com o Instituto Brasileiro de Administração Pública (Ibap), e espera ajudar os municípios a resolver desafios estruturantes para alavancar seus desenvolvimentos econômicos e promover a redução da pobreza em Goiás. “Goiás tem muito a mostrar ao Brasil sobre transformação digital. O programa vai atuar em três frentes e a cereja do bolo será apoiar os municípios a abrirem seus desafios, em qualquer área, para que startups e centros de pesquisa possam ajudar a resolver. Então, se um município tem dificuldades para marcar consultas médicas, evasão escolar ou mesmo no turismo, vamos ajudar a resolver com tecnologia, inclusive, indo atrás dos recursos para isso”, disse o titular da Secti, José Frederico Lyra Netto. O e-Goiás - Transformação Digital dos Municípios vai criar um índice de Maturidade Digital dos Municípios, com o objetivo de auxiliar os gestores municipais na realização de diagnóstico de maturidade digital local a fim de orientar as políticas públicas municipais. O programa vai propor ainda inovação aberta para governos municipais, as chamadas govtechs, selecionando desafios públicos das cidades e realizar chamada de startups para solucionar esses desafios. Por fim, a iniciativa deve fortalecer a Rede Estadual de Transformação Digital, que consiste em um ambiente de compartilhamento de conhecimento e experiências entre os municípios e o estado de Goiás. Até o momento, a Rede conta com 48 cidades, e a expectativa é atingir ao menos 30% das cidades já neste ano. “Quando se fala de digital, se não houver essa interligação entre as esferas federal, estadual e municipal, em algum momento, o processo vai falhar. Então, a iniciativa é importante”, afirmou o secretário-geral de Governo, Adriano Rocha Lima. “Nosso desafio é fazer com que estado e municípios atuem coordenadamente. Neste sentido, o programa é louvável, e a Sead está pronta para ajudar”, disse o secretário de Administração, Sérvulo Nogueira. Representando os municípios, o vice-presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Clayton Pereira, disse que as dificuldades estão “na ponta” e, por isso, o auxílio do Estado para resolver as dificuldades visando a população é essencial. “Não podemos ficar parados no tempo. O futuro é digital e os prefeitos estão de mãos dadas com o governo para prestar um serviço de qualidade à população goiana”.