Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Geral

Testes

UFG testa pessoas em situação de vulnerabilidade social para Covid-19, em Goiânia (GO)

Equipe deve realizar cerca de 1 mil exames RT-PCR. As entidades que trabalham com essa população deverão ajudar no agendamento de testes

Foto: Arquivo pessoal/Karlla Caetano
post
Pessoas em situação de vulnerabilidade são testadas para Covid-19 pela UFG

19 julho, 2020

Goiânia (GO) - A Universidade Federal de Goiás (UFG) propõe realizar cerca de 1 mil testes para identificar o coronavírus em pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social em Goiânia. A iniciativa Cuidar Sempre: Covid-19 começa a ser colocada em prática no sábado (18/7). O projeto é regido pelo Núcleo de Estudos em Epidemiologia e Cuidados em Infecções Transmissíveis e Agravos à Saúde Humana da UFG e composto por professores e estudantes da Faculdade de Enfermagem e do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Publica. Eles atuam em parceira com professores do Instituto de Ciências Biológicas da mesma instituição, professores e estudantes da PUC-GO e pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a professora Karlla Caetano, o projeto deve atender às pessoas que mais têm dificuldade de conseguir algum exame que possa atestar se estão ou não infectadas pelo coronavírus.

“Esse projeto prevê testes para catadores de material reciclável, imigrantes estrangeiros e refugiados, profissionais do sexo, pessoas LGBTQI+ e outros grupos em situação de vulnerabilidade social”, explicou.

Os exames que devem ser feitos são do tipo RT-PCR, que detecta se há ou não a presença do coronavírus no organismo do paciente. No local, a equipe deve ainda fornecer informações sobre como evitar o contágio. Para organizar a testagem de forma a evitar aglomerações, a UFG tem o apoio de representantes de várias entidades que já trabalham com o público-alvo da campanha e que serão responsáveis por agendar os exames com as pessoas que estão precisando. Para entrar em contato com a equipe e se informar sobre as organizações é possível ligar ou mandar mensagem para o telefone: 62 9 9688-1046. No sábado, por exemplo, o programa organizou para que um grupo de catadores de material reciclável fosse ao Campus Colemar Natal e Silva, em Goiânia. Eles estão sendo os primeiros a fazer o exame do Cuidar Sempre: Covid-19.

Coronvírus em Goiás

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) divulgou, na sexta-feira (17/7), que há mais de 40 mil casos confirmados, sendo mais de 1 mil mortes por Covid-19. No mesmo boletim, constava que a rede pública estadual tinha 83,4% dos leitos de UTIs ocupados e 65,3% das vagas em enfermarias preenchidas. A situação da rede municipal de Goiânia é mais crítica e está com 92,5% dos leitos especiais indisponíveis e 79,6% das enfermarias ocupadas.

Fontes: G1 Goiás/ www.poptvnews.com.br